A Contextos participou na criação de uma Rede Europeia de Apoio a Trabalhadores Sociais

April 24, 2021
49103678523_1affed91a4_c.jpg

O projeto “Empowering Practitioners in Social Work from Rural Communities”, parceria estratégica financiada pelo programa Erasmus+, foi implementado por sete organizações europeias, nomeadamente a Universidade de Veliko Turnovo – St. Cyril e St. Methodius (Bulgária), a Smart Umbrella (Grécia), a CVS Reggio Emilia (Itália), a Associação para o Desenvolvimento do Voluntariado Novo Mesto (Eslovénia), a FAMSI (Espanha) e a Contextos CRL, sob a coordenação da Faculdade de Ciências da Educação, Ciências Sociais e Psicologia – Universidade de Pitesti.

O projeto teve como objetivo principal capacitar profissionais do trabalho social (assistentes sociais, educadores sociais, psicólogos entre outros profissionais da área social, os quais não tem diploma), os quais desempenham as suas funções em áreas rurais, de forma a desenvolver as suas competências, de forma a gerir os desafios que enfrentam no exercício da sua atividade profissional.

O projeto esteve organizado em três fases:

  1. Durante a primeira fase, criamos uma base de dados de 50 profissionais do trabalho social. No caso da Contextos, esta base de dados refere-se à área geográfica do Algarve;
  2. Durante a segunda fase, fizemos um diagnóstico social, com recurso a questionários, com o objetivo de identificar as dificuldades dos trabalhadores sociais no exercício das suas funções, assim como identificar possíveis soluções para satisfazer as suas necessidades. Os resultados deste questionário foram analisados e utilizados pelo consórcio do projeto, no intuito de encontrar/desenvolver respostas para combater as dificuldades sentidas por vós no exercício das vossas funções;
  3. Na última fase, o consórcio implementou sete cursos de formação internacionais e facilitamos a nível local, grupos focais e seminários.

O projeto trouxe desafios profissionais difíceis de ultrapassar, visto o ano de 2020 ter sido um ano completamente atípico, no entanto, destacamos os seguintes resultados:

  • Relatório sobre as necessidades e perceções sobre o fenómeno do burnout, dos trabalhadores sociais, os quais desenvolvem a sua atividade profissional em zonas rurais.
  • Implementação e facilitação de sete cursos de formação internacionais (presenciais/ online);
  • Elaboração de um manual com ferramentas e técnicas para a capacitação de trabalhadores sociais de comunidades rurais.

O Erasmus+ é o programa europeu que apoia a educação, a formação, a juventude e o desporto. Dispõe de um orçamento estimado de 26,2 mil milhões de euros. Este montante é quase o dobro do financiamento do programa anterior (2014-2020). O programa 2021-2027 coloca uma forte tónica na inclusão social, nas transições ecológica e digital e na promoção da participação dos jovens na vida democrática. Apoia as prioridades e atividades estabelecidas no Espaço Europeu da Educação, no Plano de Ação para a Educação Digital e na Agenda de Competências para a Europa.

EPSWRA